Dona Eugênia

Eugênia da Silva nasceu no dia 7 de junho de 1918, no distrito de Eugênio de Melo, em São José dos Campos. Era conhecida como Dona Eugênia Figureira, graças ao dom que tinha de modelar figuras de argila.
Dona Eugênia aprendeu a arte aos cinco anos de idade, com sua mãe, Francisca Froes, índia da Tribo dos Guaianases do Vidoca. Confeccionou figuras de presépio com 40 tipos diferentes de figuras, além de imagens de São Francisco de Assis e do famoso pavão, que é símbolo do artesanato paulista.

Dona Eugênia frequentava aos domingos a feira da Praça Afonso Pena, no centro de SJC. Lá, durante anos, colocou à venda sua produção de figurinhas de argila.

Eugênia faleceu no dia 10 de novembro de 1999, aos 81 anos. Suas obras, agora, estão expostas no Museu do Folclore de São José dos Campos, no Memorial da América Latina em São Paulo, no Rio de Janeiro e também no exterior.

Homenagem

Em 6 de dezembro de 2005, foi inaugurado, em sua homenagem, um espaço cultural com seu nome, no Parque Novo Horizonte, em São José dos Campos.

Para saber mais:
http://www.fccr.sp.gov.br/index.php/espacosculturais/52-espaco-cultural-eugenia-da-silva

https://www.sjc.sp.gov.br/noticias/2018/junHo/06/exposicao-comemora-centenario-de-nascimento-da-figureira-eugenia-da-silva