Dona Lili

Maria Benedita Santos, conhecida como Dona Lili Figureira, nasceu no município de Taubaté, na fazenda Quilombo de Antônio Nogueira Argilas, onde aprendeu a modelar figuras de argila com sua avó Porcina. Conta com orgulho que ela produzia utensílios para casa, como potes, jarras e panelas de argila.

Dona Lili gostava de contar que aos seis anos de idade confeccionou sua primeira peça, que foi uma galinha. Após casar-se, aos 31 anos, veio para São José dos Campos e continuou a contar histórias por meio de suas figuras. Foi em São José que ela teve seis filhos, onze netos e quatro bisnetos. Muitos deles aprenderam a arte com ela e seguiram a sua tradição.

Um dos temas mais refletidos no seu trabalho era o retrato do cotidiano da roça, que ela bem conhecia: festas, costumes, utensílios e pessoas realizando atividades domésticas.

Faleceu em São José dos Campos, em 5 de junho de 2015, aos 96 anos.

Homenagem

Em 24 de maio de 2016 foi inaugurado um espaço cultural com o seu nome, a Casa de Cultura Dona Lili Figureira, no bairro do Putim, em São José dos Campos.

Para saber mais: http://www.fccr.sp.gov.br/index.php/espacosculturais/383-casa-de-cultura-lili-figureira.html